Peça Baixa Terapia: Motivos para você correr para o Teatro!

A Peça Baixa Terapia foi uma aula de boas práticas que pegou muita gente de jeito. Claro que ver Antonio Fagundes atuando de pertinho já vale a noite, mas a peça é muito mais que atores impecáveis. Fiquei tão surpresa que preciso te dizer os motivos que você deve correr para o teatro para ver Baixa Terapia quando chegar na sua cidade.

Baixa Terapia resenha e elenco

Dinâmica, engraçada, reflexiva, polêmica, cheias de lições e com grande elenco. Precisa de mais alguma coisa pra te tirar de casa? Baixa terapia é uma peça do argentino Matias Del Federico com direção de Marco Antônio Pâmio e já levou mais de 100 mil pessoas ao teatro em São Paulo.

Elenco: Antonio Fagundes, Mara Carvalho, Fábio Espósito, Ilana Kaplan, Bruno Fagundes e Alexandra Martins.

Rir, quem não gosta? Essa comédia é muito mais que comédia e por isso é tão interessante.

3 casais vão para terapia porém ao chegar no consultório descobrem que a terapeuta não está e que eles vão ter que se consultar entre eles. Uma terapia coletiva. Oi? Sim!

A terapeuta deixou envelopes com assuntos que devem ser tratados por eles, e 3 casais que nunca se viram, vão ter que falar de suas intimidades e de assuntos polêmicos como traição, super proteção dos filhos, mentira, alcoolismo e outras coisas que seu contar estrago o final…

A Peça tem 90 minutos mas tudo flui numa velocidade que você não vê o tempo passar. A química entre os atores é perfeita. O cenário tem cores que puxam seu olhar, é simples, mas os atores interagem com os objetos levando cadeiras e coisas para lá e para cá e tudo “se mexe”.

Dica: Fique de olho na Ilana Kaplan que tem momentos hilários que lhe renderam o Prêmio Shell de melhor atriz pela personagem interpretada na comédia.

Preste atenção nas pistas, uma virada se anuncia na trama e uma reviravolta chocante do final que faz trocar o riso por uma surpresa de um desfecho tão polêmico. É uma trama muito inteligente.
Ai que vontade de contar o final… tá, parei, não vou falar nada… só vou dizer: veja Baixa Terapia!

Confira 5 motivos extras para ver Baixa Terapia

peça-baixa-terapia

Peça Baixa Terapia – Foto Caio Gallucci – Veja SP

Pontualidade:

Chegar atrasado, quem nunca? Mas fique certo, isso é de péssimo gosto! A primeira e grande lição foi a pontualidade. No convite estava escrito que começaria pontualmente as 18h e foi o que aconteceu. As portas foram fechadas,e pontualmente a peça começou. Isso é muito respeito com o público, e para quem chegou no horário, muito respeito com os atores!

Chegar atrasado é normal para muita gente, e até para cantores e atores, mas isso não é educado. Chegar os 15 minutinhos atrasado com uma bela desculpa não é legal. Coisas no caminho podem acontecer e por esse motivo a gente sai com folga de tempo. Você já estar no seu lugar no teatro e alguém no escuro passar na tua frente com a lanterna do celular ligada procurando o lugar é horrível!

No final da peça os atores falaram sobre isso mas comento daqui a pouco… Enquanto isso, se agarre no que é certo, seja pontual que sua vida vai fluir muito melhor!

Celular

Não foi permitido filmar e fotografar a peça. Eu amei isso! mesmo sendo uma compulsiva por fotos, adorei não ter aquele monte de luz das telas de vários smartphone distraindo o olhar.

Relacionamento

Uma aula de civilidade. Baixa terapia tem um elenco de ex e atuais que sinceramente fiquei me questionando : “como conseguem” ? Já vi muitas tentativas por aí , inclusive eu já tentei, mas confesso que ainda não evolui nesse patamar, e enquanto não chego lá, só posso bater palmas!

Anota aí pra não se perder :

– Antonio Fagundes faz par com Mara Carvalho, sua ex esposa que é mão de Bruno Fagundes e casada atualmente com o diretor da peça Marco Antônio Pâmio
– Bruno Fagundes, filho do Antonio com Mara, é par da atual esposa de Fagundes, Alexandra Martins.
– Clarisse Abujamra, ex de Fagundes, assina a tradução do texto.

Peça com recursos próprios

A peça se banca. A companhia paga suas próprias contas e isso, na minha opinião, é muito legal. É uma empresa se dedicando, trabalhando e correndo atrás para dar o melhor para o público, afinal, sem público, sem grana. Então, se prepare para empenho absoluto de todos. Parabéns aos atores.

Fale com os atores

No final da peça os atores voltam para conversar com o público. Eles ficam no palco, contam a história da peça e da companhia além de responder perguntas. Mais uma vez o respeito pelo público. Sou fan para sempre 🙂

E daí, consegui te convencer? Não sou crítica de teatro mas de experiências extraordinárias eu entendo. Vai por mim que vale a pena!

Mais Experiências Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *