Dolangue tem perna curta: dolangueiro mente até para o delegado

— É daí pá pior.

— Então você afirma que tudo que disse é verdade? Bigode, anota essa declaração.

— Ei, ei, ei… Só falei. Não afirmei nada.

— Se a situação já estava ruim e você diz “É daí pra pior” é uma confissão. Anota aí Bigode.

— Não! Não anota isso aí. Bigode, olha pra mim. Passa um corretivo nessa merda que eu disse sem dizer.

— Dolangueiro cara de pau. Se joga na cadeira, fala o que vem na cabeça e depois quer dar ré em letra. Não apaga nada Bigode.

— Não sou mentiroso! Pápior é um papel de baixa qualidade feito de fios de cabelo coletados em escovas e outros pelos do corpo coletados de um jeito que é bom nem pensar… Sabe aquele sabonete cabeludo? Mas o pessoal usa tintura, descolorante, chapinha e shampoo vagabundo. Aí já viu, né? Uma bosta de papel.

— Anota mais esse dolangue Bi… Cadê o Bigode?

Isso não é dolangue! Conheça mais gírias de Curitiba

Sabia que dolangue é mentira em Curitiba? A capital paranaense tem suas curitibanices! Vina, penal, japona, piá, guria, galeto e muitas outras palavras que divertem os turistas. Para levar um pouco desse jeitinho curitibano eu criei a famosa caneca tabela periódica curitibana. Essa divertida caneca foi selecionada no projeto – Sou Curitiba – para representar a capital como souvenir – Clique AQUI para conhecer!

Joseane Pesuschi

Especialista em algumas coisas e nexialista em todas as outras! Contadora de histórias, escritora, artista, colagista e marketeira digital. Louca pelo WordPress, palavras-chave e produção de conteúdo.